Palestra apresenta principais conceitos de Propriedade Intelectual

Palestra apresenta principais conceitos de Propriedade Intelectual

Foto: Marcelo Brandão, Diretor Regional da VILAGE Marcas e Patentes

O NIT Mantiqueira e o CTI Renato Archer, em parceria com a Vilage Marcas e Patentes, promoveram no dia 11 de março o seminário de Inovação “Conhecimento e Segurança sobre Propriedade Industrial e Intelectual (Marcas e Patentes)”

O Arranjo NIT Mantiqueira e o Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI), por meio da Coordenação de Inovação Tecnológica (CIT), promoveram o evento Seminário de Inovação “Conhecimento e Segurança sobre Propriedade Industrial e Intelectual (Marcas e Patentes)”, que foi realizada na manhã de 11 de março no auditório do CTI, reunindo aproximadamente 100 pessoas que trabalham na área de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I).

A palestra foi ministrada por Marcelo Brandão e José Roberto da Cunha Junior, especialistas em Propriedade Intelectual e Industrial do escritório Vilage Marcas e Patentes. O evento teve como objetivo apresentar os principais conceitos das várias formas de proteção do conhecimento.

Durante a palestra, os dois destacaram a importância das Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) e das empresas em realizar uma boa gestão das suas Propriedades Intelectuais, uma vez que elas agregam valor econômico e tecnológico. Por isso a importância de saber o que é patenteável ou não. Para José Roberto da Cunha Junior, a definição de ‘patente’ é o conhecimento que pode ser aplicado na produção industrial.

Para Marcelo Brandão, outro problema que as empresas e instituições enfrentam é a qualidade do pedido de patente junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Segundo Brandão, “a maioria das patentes não são concebidas pela falta de especialistas em redigir pedidos de patentes”.

NIT Mantiqueira

Na abertura do evento, o Coordenador do Arranjo NIT Mantiqueira, João de Oliveira Jr., explicou aos participantes as áreas de atuações do Mantiqueira, especialmente do projeto Educar para Inovar. Além disso, João Jr. apresentou a proposta de Plataformas Técnicas e aproveitou para pedir a ajuda de interessados com sugestões de atividades e ferramentas.

Fonte: NIT Mantiqueira

 

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *