Brasil ocupa quinto lugar no ranking mundial de pirataria

De acordo com pesquisa da BSA, 56% dos programas utilizados não teriam licença original

Dados divulgados no relatório anual da Business Software Alliance (BSA) revelam que o Brasil ocupa o quinto lugar no ranking mundial dos países que mais possuem prejuízos em valor monetário provocados pelo uso de programas piratas para computadores.
De acordo com o estudo, o prejuízo causado pela pirataria de programas de software no país foi de R$ 4 bilhões (US$ 2,25 bilhões), em 2009. Esse número é mais do que o dobro em relação ao prejuízo apontado na pesquisa de 2008 (R$ 1,645 bilhão).

No Brasil, 56% dos programas utilizados não teriam a licença necessária, acima da média mundial de 43%.
Países líderes em pirataria
Na frente desse ranking, os países que possuem maior prejuízo devido aos programas ilegais são os Estados Unidos (US$ 8,39 bilhões), a China (US$ 7,58 bilhões), Rússia (US$ 2,61 bilhões) e França (US$ 2,54 bilhões).
Segundo o estudo, o prejuízo à indústria mundial de software alcançou mais de US$ 50 bilhões no ano passado.
Maior utilização
Proporcionalmente, a região com maior percentual de uso de programas pirateados, segundo o relatório, é a Geórgia, com 95%. Em seguida, vêm o Zimbábue, Bangladesh, Moldova e a Armênia. O Brasil não figura entre os 30 países com maior taxa de uso de software pirata.

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *