Proteção de marca no exterior é tema de entrevista na CBN

Muitos empresários desconhecem a necessidade de proteger a marca da empresa ou seu produto no exterior. Assim como no Brasil, a Propriedade Intelectual e Industrial de uma empresa precisa ser registrada nos órgãos responsáveis do governo também em outros países, caso o empresário tenha a pretensão de fazer parte do mercado internacional e expandir os negócios.

Para esclarecer essas e outras questões sobre proteção da marcas e patentes no exterior, o sócio-diretor da Vilage Marcas e Patentes em Campinas, Marcelo Brandão, participou no dia 21 de maio do programa Intervalo Empresarial, na rádio CBN.

Na entrevista, Marcelo Brandão explica que o registro da marca ou patente é restrito ao país onde foi solicitado. No caso do depósito de patentes, o empresário tem 12 meses para estender o registro aos outros países. Já para o registro de marcas, são seis meses.

Desta forma, antes de iniciar o investimento no mercado internacional, é importante que a empresa saiba se a sua marca está disponível em tal país.

Por esse motivo, a Vilage disponbiliza aos clientes a pesquisa de marca internacional. Por meio da filiação ao INTA (International Trademark Association), organização que congrega agentes de todo o globo, a Vilage recebe dados atualizados com todas as mudanças e evoluções dentro da propriedade industrial no mundo, além de fazer o intermédio no momento do registro e acompanhamento de processos de marcas e patentes internacionais.

Tomando essas medidas antes de investir, é possível evitar grandes prejuízos.

Ouça a entrevista completa.

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *