“Primeiro bilionário no Brasil”, Corinthians é destaque na Forbes

De acordo com a Forbes, o valor da marca Corinthians aumentará ainda mais em 2013, em virtude do título da Libertadores.

Foto: Léo Pinheiro/Terra

Apontado como o primeiro clube de marca bilionária no Brasil depois de estudo divulgado pela empresa de consultoria BDO, o Corinthians ganhou destaque na Forbes nesta terça-feira. Com a marca esportiva válida em R$ 1,005 bilhão, o clube de Parque São Jorge ganhou um perfil, que destacou a evolução da equipe nos últimos anos.

A reportagem destaca que o estudo divulgou 17 clubes brasileiros em sua lista, na qual o somatório total é de R$ 5,38 bilhões – deste, mais de 1 bilhão é de responsabilidade corintiana. O atual campeão da Copa Libertadores da América liderou pela terceira vez consecutiva o ranking divulgado, ultrapassando os então líderes São Paulo e Flamengo.

Forbes aponta o ex-presidente e atual diretor de Seleções da CBF, Andrés Sanchez, e o antigo responsável pelo marketing e atualmente com o cargo de vice-presidente do clube, Luis Paulo Rosenberg, como os grandes responsáveis pelo crescimento astronômico do Corinthians nos últimos anos.

A publicação ainda ressalta que o time alvinegro “vive um dos melhores momentos da história” após a conquista da Copa Libertadores da América, no último dia 4 de julho, e compara a premiação corintiana com a do Chelsea, vencedor da Liga dos Campeões da Uefa.

“A comparação entre Libertadores e Liga dos Campeões é complicada em relação ao mercado esportivo ainda pouco desenvolvido na América Latina. O Corinthians recebeu US$ 5 milhões por vencer a Copa Libertadores. O Chelsea recebeu US$ 80 milhões por vencer a Liga dos Campeões”, escreveu.

Segundo a Forbes, o valor corintiano, já considerado altíssimo para os padrões sul-americanos, aumentará ainda mais na próxima temporada, em virtude do título da Copa Libertadores neste ano. Números que poderão aumentar ainda mais, caso o Corinthians consiga fechar com um patrocínio máster para estampar o uniforme do clube.

Fonte: Terra

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *