Amazon patenteia ‘rede social’ nos EUA. E agora, Facebook?

Além de vender pela Internet e prestar serviços de cloud computing, empresa sugere que tem interesse em ampliar seus negócios no mundo virtual.

O Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos (USPTO, na sigla em inglês) concedeu uma patente à Amazon por um “sistema de rede social” que parece cumprir as mesmíssimas tarefas já efetuadas por serviços como Facebook, MySpace e Friendster.

A Amazon agora detém a patente de “um sistema de computador em rede que fornece vários serviços para ajudar os usuários a localizar outros usuários e a estabelecer relacionamentos de contato com eles”. Parece terrivelmente inovador, não?

O sistema patenteado pela Amazon – que, claro, não parece estar disponível publicamente – faz todas as principais tarefas pelas quais o Facebook é conhecido.

Afiliações
“Os usuários podem identificar outros usuários com base em suas afiliações a escolas ou outras organizações específicas”, de acordo com a patente, e o sistema “fornece um mecanismo para um usuário estabelecer contatos ou conexões de relacionamento de forma seletiva com outros usuários, e conceder permissões para que outros usuários vejam suas informações pessoais”.
A funcionalidade do Facebook que permite a um usuário identificar amigos dos amigos é coberta pela patente da Amazon, com a descrição “recursos para habilitar os usuários a identificar contatos de seus respectivos contatos (…). Além disso, o sistema pode notificar automaticamente os usuários sobre atualizações das informações pessoais feitas por seus respectivos contatos”.

Vale ressaltar que não estamos dando crédito ao Facebook pela invenção das redes sociais. O MySpace foi lançado em agosto de 2003, seis meses antes do Facebook. Há ainda controvérsia sobre se o CEO do Facebook Mark Zuckerberg teria roubado a ideia de seus colegas de Harvard, que entraram com um processo e receberam uma indenização de Zuckerberg.

Brigas comuns
O mundo da tecnologia está repleto de brigas envolvendo patentes, e a existência de uma patente da Amazon em tecnologia de rede social não significa que outros sites tenham que fechar as portas. Em 2006, o Friendster patenteou a rede social, mas isso não interferiu no Facebook ou no MySpace.

O pedido de patente da Amazon foi apresentado em 27 de maio de 2008, mais de dois anos antes de ter sido aceito, e cita como “inventores” da rede social Brian D. Robertson e Warren W. Adams, de Massachusetts (EUA).

Segundo artigo do TechFlash de Seattle, Robertson e Adams foram os fundadores da PlanetAll, um serviço que foi comprado pela Amazon em 1998 e encerrado em 2000.
“O PlanetAll era uma startup da região de Boston criada por um cara que queria se manter em contato com seus amigos da faculdade”, conta o artigo da TechFlash. “Soa familiar?”

Várias empresas estão construindo redes sociais hoje em dia. A Google acrescentou, no Gmail, recursos similares aos do Twitter e do Facebook. A Cisco está lançando um software de rede social chamado “Quad”, projetado para uso interno por empresas, e agora a HP diz que os profissionais de TI precisam ter sua própria rede social.

A Amazon é uma empresa voltada para o consumidor, mas também tem elaborado serviços para usuários profissionais, particularmente no campo da computação em nuvem. Mas não está claro se esta patente é um primeiro passo para que a Amazon construa um serviço parecido com o do Facebook, com sua marca – e talvez isso demore a ocorrer.

Fonte: IDGNow!

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *