Nokia não será usada por muito mais tempo como marca, diz executivo

Microsoft anunciou aquisição da fabricante de celulares. Negócio de smartphones da empresa passa a se chamar Microsoft Mobile.

nokiaxstephenelopmwc

Após a Microsoft ter anunciado a conclusão da aquisição da fabricante de celulares Nokia, Stephen Elop, vice-presidente de dispositivos da Microsoft, afirmou nesta segunda-feira (28) que smartphones com a marca da companhia que um dia liderou o segmento de aparelhos estão com os dias contados.

“A marca Nokia está disponível para o uso da Microsoft em seus produtos de celulares por um período de tempo, mas Nokia, como marca, não será usada por muito mais tempo para smartphones”, afirmou Elop, durante uma sessão de perguntas e respostas.

Na sexta (25), as companhias informaram terem concluído a negociação que chegou a movimentar US$ 7,52 bilhões. Com isso, a fabricante de celulares deixou de se chamar Nokia e foi renomeada para Microsoft Mobile. No mesmo dia, Elop, que era presidente-executivo da Nokia, afirmou que “juntos, podem conectar e empoderar as pessoas”.  “De hoje em diante, as possibilidades são ilimitadas. A partir de agora, nós somos um”, afirmou, em nota.

Nesta segunda, o executivo teve de explicar novamente que a Microsoft não pensa em desenvolver novos smartphones que rodem o sistema Android, do Google, além da linha Nokia X. Os três modelos da família, anunciados em fevereiro, parecem que serão os únicos a rodar Android.

“Quando nós tomamos uma decisão de focar no Windows Phone em 2011, nós estávamos muitos preocupados que essa decisão de perseguir o Android nós colocaria em um curso de colisão com a Samsung, que já tinha estabelecido uma vantagem em torno do Android”, afirmou. “Essa foi a decisão correta”, completou.

Como a linha Nokia X é a única que roda o Android, Elop teve de esclarecer que a Microsoft não pretende encerrá-la.

“A Microsoft adquiriu o negócio de celulares, inclusive o Nokia X, para ajudar a conectar os próximo bilhão de pessoas aos serviços da Microsoft. Nokia X usa a nuvem da Microsoft, não a do Google. Essa é uma grande oportunidade para conectar novos consumidores ao Skype, Outlook.com e Onedrive pela primeira vez”, afirmou.

Fonte: G1

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *