Multi Pizzas – invenção de equipamento muda o conceito de fabricação das pizzas

Uma ideia aparentemente simples pode facilitar a vida de muitas pessoas, principalmente dos empresários que vivem em função de equilibrar a produtividade, custos e lucros de uma empresa. Este foi o caso do Sr. Alex Fabiano Pinto, sócio-fundador da empresa Pizzaria & Tecnologia, graduado em Engenharia Química pela UFRJ e pós graduado em Engenharia de Manutenção pela mesma Universidade e pela ABRAMAN, que identificou novas oportunidades de mercado no setor de pizzas.

Até então, no início de 2012, ele trabalhava como consultor das práticas de manufatura enxuta em pizzarias quando observou os problemas comuns da área como escassez de forneiros especializados no mercado, baixa produtividade dos fornos, muitas perdas e desperdícios, produção sem ritmo, além dos altos custos.

Em junho de 2012 foi estabelecida uma parceria com o Sr. Elmar Ludewig, proprietário da rede Mangiare Pizzas em São Bernardo do Campo/SP. O propósito desta parceria era o desenvolvimento de um equipamento que resolvesse ou pelo menos atenuasse os problemas citados.

Em setembro de 2012 um protótipo foi desenvolvido e testado em um dos fornos a lenha da Mangiare. Como previsto, algumas melhorias foram definidas. Após as melhorias e os testes em produção, o protótipo foi aprovado com louvor em outubro de 2012.

Nasceu então, o Multi Pizzas, um equipamento que pode ser instalado em fornos existentes e possui um sistema de engrenagens planetárias que promove os movimentos de rotação e translação da pizza dentro do forno, como a terra em torno do sol.

maquina

Sem problemas operacionais desde que foi instalado, o equipamento provou ser um importante instrumento para aumentar a lucratividade da pizzaria, diminuir a dependência de forneiros especializados e estabelecer o padrão de qualidade exigidos no setor. Desde então, outros modelos foram desenvolvidos para atender as diversas necessidades do mercado.

Preocupada com a proteção de sua tecnologia, a empresa Pizza & Tecnologia registrou a patente e o desenho industrial da sua invenção no INPI, com a consultoria da Vilage Marcas e Patentes. Em nível internacional, o PCT (extensão da proteção patentária de uma invenção, simultaneamente, num grande número de países) também foi requerido. Assim, a empresa já recebe contatos e encomendas para exportação e pode tonar seu produto conhecido no mercado com a segurança que o registro da propriedade industrial garante.

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *