Mesmo com acordo, disputa por autoria do Facebook continua

Em entrevista à BBC, dois antigos colegas de faculdade de Mark Zuckerberg disseram que litígio não acabou, mesmo depois de receberem US$ 65 milhões.

Dois antigos colegas de faculdade de Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, afirmaram que a disputa pela autoria da ideia que levou à criação da rede social não terminou, apesar de eles terem recebidos 65 milhões de dólares como parte de um acordo no ano passado.

Os irmãos Cameron e Tyler Winklevoss acusaram Zuckerberg de ter roubado a ideia do Facebook depois de ter sido contratado pela dupla para programar um site chamado Harvard Connection.

Os irmãos e a ConnectU, empresa que sucedeu a Harvard Connection e que fundada com o sócio Divya Narendra, entraram com um processo contra o site de rede social em setembro de 2004.

Zuckerberg finalmente encerrou o caso com um acordo em junho de 2008. Detalhes desse acordo permaneceram em sigilo até que foram revelados por uma carta do Quinn Emanuel Urquhart Oliver & Hedges, escritório de advocacia que representou a ConnectU na Justiça.

Apesar de o Facebook considerar o assunto encerrado, Cameron Winklevoss disse à BBC: “Eu penso que é mais seguro dizer que o capítulo sobre o assunto não está acabado”.

“É nosso dever lutar por princípios. Nós queremos esperar e nos certificar de que o que é certo foi feito da forma certa”, acrescentou Tyler Winklevoss.

Em 25/3, uma empresa especializada em investimentos de risco estimou que o Facebook pode valer cerca de 35 bilhões de dólares.

Fonte: ComputerWorld

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *