Sadia venderá Excelsior Alimentos após acordo com Cade

A Sadia, parte da fusão com a Perdigão que criou a Brasil Foods, vai vender integralmente sua participação na Excelsior Alimentos, que tem atuação no sul do País, informou a empresa em comunicado nesta quinta-feira. A venda foi decidida como parte do acordo com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que liberou a fusão da Sadia com a Perdigão na semana passada.

“A Excelsior informa ainda que, nos termos do TCD (acordo com o Cade), a Sadia deverá apresentar ao Cade até 13 de março de 2012 o documento vinculativo celebrado com o potencial adquirente da companhia”, informa a empresa em comunicado.

A venda incluirá patrimônio tangível e intangível da Excelsior, que tem uma linha de embutidos e congelados, e origem que remonta a 1893. No primeiro trimestre, a companhia teve lucro líquido de R$ 300 mil, ante prejuízo de R$ 897 mil um ano antes.

Saiba Mais
A fusão das marcas Sadia e Perdigão, que criou a Brasil Foods (BRF), foi aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), mas com diversas restrições para que não houvesse concentração do mercado, assegurando assim a livre concorrência. Por isso, a marca foi obrigada a vender fábricas, suspender as marcas Perdigão e Batavo por até cinco anos, além de vender diversas marcas secundárias das empresas. O prazo para as transações é confidencial.

As restrições impostas pelo órgão antitruste deixaram a empresa, maior exportadora de aves do mundo, cerca de 30% menor. Caso a BRF descumpra alguma das cláusulas poderá pagar multa, que varia entre R$ 25 milhões e R$ 50 milhões por infração. Se houver reincidência, o Cade considerará que a BRF descumpriu o acordo e poderá rever a operação.

Fonte: Terra

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *