Google venderá nomes de marcas como palavras-chave na Europa

Medida impede que propaganda de terceiros apareça junto a resultados de buscas de marcas como Benetton ou Prada.

Esta semana, o Google anunciou mudanças em sua política de buscas para a Europa. Agora, será permitido às empresas comprarem o direito de usar suas marcas como palavras-chave no motor de buscas. O sistema já funciona nos EUA e Canadá desde 2004 e no próprio continente europeu, no Reino Unido (Inglaterra e Irlanda) desde 2008.

Até agora, os proprietários dos direitos sobre as marcas podiam processar o Google para impedir que propaganda de terceiros aparecesse junto a resultados d-e buscas de de nomes como Benetton ou Prada.

A mudança feita pelo Google é uma resposta a uma decisão tomada por um tribunal de  justiça europeu em março deste ano. Na época, o juiz afirmara que, em termos gerais, o Google deveria respeitar as leis de marcas registradas, permitindo aos anunciantes fazer uso de palavras-chave correspondente às marcas de terceiros.

Os proprietários das marcas afirmam  que só eles ou sites autorizados deveriam ser capazes de comprar ou usar termos como o nome da empresa nas buscas, para proteger o valor da mesma. Agora, eles se enfrentam na perspectiva que seus marcas não sejam usadas para promover produtos de terceiros, algo que, asseguram, confundirá os consumidores.

Fonte: IDGNow!

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *