Facebook vence recurso na China contra empresa que usava seu nome

Facebook vence recurso na China contra empresa que usava seu nome

A justiça chinesa deu razão à rede social americana Facebook em um processo contra uma empresa que utilizava seu nome, dias depois de rejeitar um processo semelhante movido pela Apple relacionado com a sua marca iPhone.

As autoridades chinesas haviam autorizado em 2014 uma fábrica de bebidas registrar a marca “face book” para produtos comestíveis, mas uma liminar ordenou o governo a rever a sua decisão. A fábrica recorreu, mas o Tribunal Popular Superior de Pequim indicou em um comunicado, citado nesta segunda-feira pela televisão estatal CCTV, que negou o recurso.

O tribunal considerou que a empresa Zhongshan Pearl River, da província de Guangdong, não deveria ter sido autorizada a utilizar a marca. Este uso “atenta contra os valores intrínsecos das marcas registradas e perturba os procedimentos normais de registros comerciais”, afirma o comunicado, emitido no mês passado. Consequentemente, tais atos “devem parar”, acrescenta.

O Facebook não quis comentar o caso.

A rede social está bloqueada há anos na internet chinesa, assim como outros portais estrangeiros, como Google e New York Times, sob uma rigorosa política de censura imposta pelo regime comunista. Apesar da proibição, a empresa americana conseguiu desenvolver negócios na China, através de contratos com empresas e municípios.

Em março, no âmbito de uma estratégia de relações públicas, o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, desafiou um espessa névoa de poluição durante uma corrida sem máscara protetora na Praça Tiananmen, em Pequim.

A Apple teve menos sorte do que o Facebook. Na semana passada, um tribunal de Pequim decidiu em favor de uma empresa de produtos de couro que desde 2007 utilizava a marca “IPHONE”, similar aos smartphones da empresa americana ‘iPhone’.

Fonte: G1

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *