Cuidado ao usar marcas e termos exclusivos

Em ano de Copa do Mundo, várias empresas aproveitam para lançar suas campanhas publicitárias utilizando o termo “Copa do Mundo” e até o logotipo da Copa em seus anúncios.  Porém, antes de se comprometer com o investimento em propaganda, o empresário deve ficar atento e tomar algumas precauções antes de utilizar marcas, expressões e logotipos já registrados.

No caso da Copa do Mundo, a marca e o logotipo são registrados pela FIFA e protegidos em quase todos os países do mundo, inclusive no Brasil, assim como os logotipos de outros times, e só podem ser usados com autorização, independente da finalidade.

Em entrevista no programa Intervalo Empresarial da rádio CBN de Campinas no dia 4 de junho de 2010, o Diretor da Vilage Marcas e Patentes, Marcelo Brandão, falou sobre o cuidado que as empresas devem ter ao utilizar marcas de terceiros, principalmente as marcas que se referem à Copa do Mundo. Ele também alerta que as empresas que investem em publicidade utilizando a marca da Copa do Mundo, assim como outras marcas indevidamente, correm um grande risco de ter prejuízos futuramente. “Quanto custa para você mudar tudo isso? Isso você consegue contabilizar. O pior: quanto custa na cabeça do seu cliente que o seu nome não é mais aquele e você vai ter que mudá-lo?”, diz o Diretor.

Ouça a entrevista completa e saiba os cuidados que você deve tomar em relação às marcas e expressões exclusivas.

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *