Azul compra Trip e eleva participação no mercado para 14%

A Azul Linhas Aéreas, terceira companhia de aviação do país, anuncia hoje a compra da Trip, maior empresa aérea regional da América do Sul.

Juntas, Azul e Trip têm participação de 14% nos voos domésticos, de acordo com dados da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) relativos a março.

Pelo acordo, os acionistas da Trip ficarão com uma participação de 20% na empresa. A bandeira Trip deve desaparecer, e a sede da empresa continuará em Barueri (SP), onde está a Azul.

Apesar de ver a sua participação na empresa cair de 100% para 80%, nenhum dos controladores da Azul sairá do negócio. Todos concordaram em ficar com parcela menor de uma empresa maior.

A Azul e a Trip utilizam as mesmas aeronaves –Embraer e ATR–, o que facilita a união das operações.

Além disso, o perfil da Trip, com foco na aviação regional, complementa os negócios da Azul, que voa tanto para os grandes centros como para destinos mais distantes.

Hoje, a Trip é parceira comercial da TAM e alimenta os voos da líder de mercado com os seus voos regionais.

No passado, a TAM chegou a estudar a compra da Trip, mas o negócio acabou por não se concretizar.

SURPRESA

Segundo a Folha apurou, a TAM, que desistiu de operar voos regionais, foi surpreendida pela negociação com a Azul.

A transação deve levar ao rompimento do acordo de compartilhamento de voos entre a Trip e a TAM, que sai como a maior prejudicada no episódio.

Fundada em 2008 pelo brasileiro David Neeleman, a Azul avançou rapidamente e atingiu participação de mercado próxima de 10% nos voos domésticos.

Fonte: Folha de S. Paulo

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *