Brasileiro que investe em startup aplica, em média, R$ 79 mil

A organização Anjos do Brasil, que reúne fomentadores de startups, divulgou nesta quarta-feira, 5, um raio x do setor.  Na média, segundo o estudo, os brasileiros que investiram em projetos do tipo em 2012 aplicaram R$ 79 mil, 7% a menos que no ano passado.

No entanto, cresceu a quantidade de pessoas que investem recursos e conhecimentos em startups: elas eram 5,3 mil em 2011; hoje, são 6,3 mil, alta de 18%. A melhora atraiu investimentos ao setor, que passaram de R$ 450 milhões para R$ 495 milhões no mesmo período.

Segundo os dados, cerca de 80% desses investidores são apenas receptivos, ou seja, aplicam somente quando são procurados por empreendedores.

“No Brasil, existem ainda necessidades fundamentais que precisam ser preenchidas e muitos serviços prontos para serem lançados”, explica o suíço Nicolas Gautier, diretor da Mountain do Brasil – incubadora de startups.

Nos Estados Unidos existem 265 mil investidores-anjo, sendo que o mercado cresce num ritmo de 20% ao ano, segundo o Center for Venture Research da Universidade de New Hampshire.

Mãozinha do Governo

Na última quinta-feira (29/11) o governo federal lançou o programa “Start-Up Brasil”, que vai destinar R$ 40 milhões para 150 startups até o fim de 2014. O governo federal também se compromete com apoio de marketing às campanhas individuais das empresas que obtiverem os recursos por meio do edital.

Segundo dados do Instituto Inovação, pouco mais de 2 mil novas empresas foram criadas no Brasil em 2011, número três vezes maior do que o registrado em 2009. Já a pesquisa “Startup Ecosystem Report 2012”, aponta que a cidade de São Paulo se consolidou como a capital dos novos negócios do Brasil, sendo o 13º melhor ecossistema do mundo para startups.

Fonte: Olhar Digital

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *