Apple e Samsung realizam disputa judicial histórica por smartphones

Empresa norte-americana e companhia sul-coreana se acusam de cópia e violação de patentes

Um dos maiores processos por patentes da história dos Estados Unidos começou na segunda-feira, quando os dois lideres mundiais de smartphones, Apple e Samsung, se enfrentaram em um tribunal federal em San José, na Califórnia. A empresa norte-americana pede mais de 2,5 bilhões de dólares e acusa a companhia sul-coreana de copiar seus desenhos e outras patentes. Do outro lado está a Samsung acusando a Apple de violar algumas de suas patentes.

O processo tem o objetivo de resolver essas acusações cruzadas. Os grupos monopolizam 49,5% do mercado mundial de telefones multifuncionais e também possuem disputas judiciais em vários países europeus e na Austrália. Nos Estados Unidos, a Samsung está na defensiva. A juíza Lucy Koh, encarregada do caso, suspendeu a venda do tablet Galaxy de 10 polegadas da Samsung e do telefone Galaxy Nexus, concebido com o Google.

Na semana passada, ficou estabelecido que a Samsung, ao destruir mensagens após o início das disputas, não teve o cuidado de preservar algumas provas. “Nunca é um bom sinal quando o juiz observa que (a parte) não comunicou ou mesmo destruiu provas”, disse o advogado Polk Wagner, professor especializado em direito de patentes na Universidade da Pensilvânia. Segundo Wagner, trata-se do maior processo por patentes desde o choque entre os gigantes da fotografia Kodak e Polaroid nos anos 80.

Um advogado especialista em patentes com sede em Washington, que pediu anonimato para proteger seus clientes, disse que a Apple tem certa vantagem no processo nos Estados Unidos por ser uma empresa local. Ainda de acordo com ele, a disputa deve ser apenas “a primeira sobre tecnologias de smartphones”. “Resta saber qual será o impacto do resultado dos processos para as empresas. A Samsung, principalmente, pode ter problemas caso perca as patentes em questão”, completou.

A Samsung é líder no setor, com 32,6% do mercado de telefones multifuncionais, com 50,2 milhões de aparelhos vendidos no segundo trimestre, segundo a consultora IDC. A Apple ocupa o segundo lugar com 16,9% do mercado e 26 milhões de aparelhos vendidos.

(Com AFP)

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *