Apple cadastra nova patente que traça perfil do usuário do iPhone

Apple quer inovar mais uma vez e agora a coisa é séria. Um pedido de patente registrado pela empresa no Escritório de Marcas e Patentes dos EUA mostra que a empresa da maçã quer bloquear o Iphone caso o comportamento de quem está operando o celular seja diferente do habitual.

O sistema funciona da seguinte forma: à medida que você vai mexendo nos recursos do aparelho ele vai acumulado informações e traçando o seu perfil de usuário. Como normalmente acumulamos padrões de informações, o sistema, batizado de “Gerador de notificações baseado no comportamento do usuário”, identifica qualquer variação brusca de informações e acusa o possível intruso.

Caso o sistema identifique padrões diferentes e suspeite de seu comportamento, ele pode emitir alguma notificação ou até pedir para que seja feita uma confirmação de identidade baseada em algumas perguntas pré-definidas pelo usuário.

Vale lembrar que essas informações não ficam presas apenas no seu aparelho, mas também vão para o sistema de nuvens, monitorando atividades habituais e variações de atividades rotineiras.

Esse recurso foi solicitado em 17 de janeiro de 2013, porém só agora foi divulgado.

Apesar da patente confirmada, nada indica que empresa utiliza ou irá utilizar essa funcionalidade. O atual sistema da maça, o iOS 7, não possui nenhuma função que indique a utilização desse recurso, também não foi confirmado nada para o futuro iOS 8.

Mesmo sendo um recurso interessante, muitos usuários podem se sentir incomodados de serem monitorados. Esse fluxo de informações que são transmitidas para a empresa e, dados sigilosos, como aplicativos, podem comprometer a integridade do usuário e denegrir uma imagem publicamente se caírem em mãos erradas.

A tecnologia é algo que vem trazendo mais segurança e conforto para os usuários, porém, quando usadas de maneira maliciosa podem trazer dano irreparáveis ao consumidor final.

Basta esperar para saber se esse recurso virá a tona e quais as diretrizes de funcionamento do mesmo.

Fonte: Meu novo celular | Por Felipe Henrique de Souza

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *