Urna biodegradável transforma cinza do corpo em adubo para árvore

Criada por espanhóis, a urna funerária Bios oferece até a semente para ser germinada. A escolha fica a gosto do ‘freguês’

urna-2-540x359

Os designers espanhóis Martín Azúa e Gerard Moliné colocaram em prática uma ideia inusitada e criaram uma urna funerária sustentável, que quando enterrada germina outra vida: a de uma árvore.

A Urna Bios se resume a uma caixinha, com leve formato de cone, que abriga as cinzas de corpos, sejam de humanos ou de animais. Além disso, quem for aderir à ideia pode escolher a semente que virá dentro da sua urna para germinação.

O material da urna não causa nenhum impacto à natureza, pois é feita com um material de origem vegetal, a turfa, incluindo casca de coco e celulose.

urna-3-540x405

Na parte inferior da urna são colocadas as cinzas e na primeira parte são postas as sementes. Com o plantio da estrutura e consequente decomposição, as raízes atingem a parte de baixo e utilizam, por fim, as cinzas como adubo.

A ideia, para além do conceito sustentável, representa algo simbólico, considerando que as cinzas do morto voltam à natureza e viram adubo para dar vida a uma nova árvore.

urna-4-540x656
Fonte: Redação O POVO Online (texto) e ClicRBS (imagens)

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *