Sorvete que muda de cor: a invenção que muda de cor a cada lambida

O físico espanhol, engenheiro e professor Manuel Linares tem outra característica digna de currículo: ele é um amante de sorvete! E junto com alguns colegas, que compartilham dessa paixão, ele criou um sorvete que muda de cor quando está sendo lambido em uma casquinha.

Não contente com a vida de um professor de física, Linares se inscreveu para o treinamento em uma empresa espanhola fabricante de sorvetes como hobby, e passou a correr atrás do que ele descreveu como um “Diploma de Mestrado em Criação Artesanal de Sorvete”.

Intrigado com o gelo que muda de cor sob luzes fluorescentes criado por Charlie Francis, Linares focou suas atenções para descobrir uma maneira de criar um tipo de sorvete que muda de cor em resposta às mudanças de temperatura e ácidos encontrados na boca humana. Com a ajuda de seus colegas, levou apenas uma semana para encontrar a tal fórmula mágica.

O produto final, que alegadamente tem um sabor semelhante ao de tutti-frutti, foi nomeado Xamaleón, uma clara referência ao animal camaleão, que muda de cor conforme a circunstância.

sorvete-que-muda-de-cor-838x419

Como o sorvete muda de cor?

A mudança de cor ocorre, suspeita-se, devido aos tipos de frutas que são usadas, além de um ingrediente secundário, chamado de “elixir do amor”, que fica pulverizado sobre a superfície do sorvete. Linares deu a entender que essa substância acelera o processo de mudança de cor, que começa como azul, depois vai para rosa e eventualmente torna-se roxo, tudo conforme é lambido.

De acordo com seu criador, o sorvete é feito somente com materiais naturais, mas a receita permanece secreta. Isso porque Linares tem grandes planos para sua invenção. Ele já abriu uma loja em Blanes, sua cidade natal, com o objetivo de criar muitos outros tipos de sorvete exóticos, como uma variedade que imita o gelo criado por Francis e outra que ele já nomeou Xaman-lo será feita com plantas medicinais africanas e supostamente irá proporcionar um efeito afrodisíaco.

Fonte (texto e imagem): Hypescience

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *