MCTI e Anpei lançam Plataforma iTec

MCTI e Anpei lançam Plataforma iTec

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, e o presidente da Anpei, Gerson Valença Pinto, lançaram, nesta quarta-feira, 11 de março, em Brasília, a plataforma digital de negócios tecnológicos iTec (http://plataformaitec.com.br/), um espaço para empresas e instituições científicas e tecnológicas compartilharem demandas e soluções em inovação.

A plataforma integra o programa iTec, desenvolvido pela Anpei, que inclui um roadshow por várias cidades brasileiras para explicação da metodologia de apresentação de demandas e soluções utilizadas pela iTec, e um evento presencial de promoção de parcerias em inovação e negócios, o Encontro iTec, a ser realizado nos dias 28 e 29 de abril deste ano, em São Paulo. O programa faz parte do Planejamento Estratégico Anpei 2030, que prevê a criação de um market place, um ambiente de negócios baseados em tecnologia e inovação. A plataforma iTec é a materialização dessa iniciativa.

O evento de lançamento da plataforma iTec foi realizado na Sala dos Conselhos, na sede do MCTI na Esplanada dos Ministérios, e contou com as participações de Armando Milioni, secretário de Desenvolvimento, Tecnológico e de Inovação do MCTI; Naldo Dantas, secretário executivo da Anpei; e Véra Crosta, coordenadora do iTec.

“Essa plataforma, em si, já é uma inovação. Ela reúne energia, criatividade, competências, define atribuições e responsabilidades para todos os atores capazes de contribuir para que a plataforma tenha êxito e seja um vetor de melhoria na capacidade de inovar do Brasil”, afirmou o ministro Aldo Rebelo. “Pela plataforma os atores do sistema de inovação podem expressar suas demandas, acessar soluções criativas e ampliar a velocidade das iniciativas das empresas, algo muito importante para o mundo atual”, prosseguiu.

Para Gerson Valença Pinto, o Brasil tem avançado nas questões relacionadas à inovação, mas ainda é preciso levar o País a outro patamar. “A inovação ainda é algo centrado nas grandes empresas e precisamos ser mais inclusivos, trazer as pequenas e médias empresas, as startups”, disse. “A iTec traz esse conceito da inclusão. É uma plataforma de inovação aberta, colaborativa, elaborada para conectar os diversos atores do Brasil entre si por meio da construção de parcerias em negócios inovadores, associando demanda reprimida e oferta ”, prosseguiu.

“A Plataforma iTec é um ambiente que permite o encontro de duas complementaridades, aproxima os desafios vividos pelas empresas em inovação da grande competência técnica existente nas nossas universidades e institutos de pesquisa”, destacou Armando Milioni.

O programa iTec, do qual a plataforma faz parte, recebeu financiamento do MCTI e da UNESCO, que lançaram um edital conjunto para selecionar projetos que promovessem a interação entre os setores acadêmicos e empresarial. É uma iniciativa do MCTI e da Anpei, acompanhada por um Comitê Técnico, composto por Senai, Sebrae, Confederação Nacional da Indústria (CNI), Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (Fortec), e Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Tem ainda o apoio do Movimento Brasil Competitivo (MBC), CNPq, Finep e da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).

Fonte (texto e imagem): ANPEI

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *