Tribunais chineses julgam mais de 100 mil casos sobre propriedade intelectual

Os tribunais chineses de diversos níveis julgaram, em primeira instância, mais de 100 mil casos sobre propriedade intelectual no ano passado. A informação foi revelada hoje (21) pelo vice-presidente do Supremo Tribunal Popular da China, Tao Kaiyuan.

Em coletiva de imprensa, Tao afirmou que os tribunais chineses reforçaram o trabalho no campo da propriedade intelectual, como casos envolvendo patente, marca registrada, concorrência desleal e comportamento monopolista.

Além disso, foi reforçada a proteção às marcas famosas, com a proibição de marcas falsas. Para ele, os tribunais melhoraram o sistema de abertura, tornando os julgamentos de casos deste gênero mais transparentes.

Tradução: Rebeca Zhang | Revisão: Luiz Tasso Neto

 Fonte: CRI

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *