Microsoft e Apple brigam pelo termo “App Store”

A Microsoft está contestando o uso do termo “App Store” por parte da Apple para fazer referência a sua loja de aplicativos. Avalia que é um termo genérico e que todos podem utilizá-lo.

A Microsoft apresentou segunda uma moção contrária à US Patent and Trademark Office, contestando o registro.

Tão logo abriu a sua loja de aplicativos em 2008,  a Apple registrou App Store como marca própria. No mesmo ano, a companhia lançou o iPhone 3G.

Na contestação da Microsoft, porém, a empresa alega que o termo é constituído por duas palavras comuns já sedimentadas no vocabulário geral.

E, para fundamentar o seu pedido, a Microsoft faz referência a uma fala de Steve Jobs, durante anúncio dos últimos resultados da Maçã, quando, ao se referir a outras lojas de aplicativos móveis, Jobs as chama de app stores.

Para a Micorsoft, não é legítimo privar competidores de usar app store para identificar suas lojas e serviços oferecidos.

A Microsoft lançou no ano passado a Windows Marketplace, sua loja de aplicativos para Windows Phone 7.

Fonte: Info Abril

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *