Anvisa cancela registro de próteses mamárias PIP

A Anvisa publicou, no Diário Oficial da União, desta segunda-feira (2/1), o cancelamento do registro das próteses mamárias PIP (Poly Implants Protheses). A decisão está baseada nos resultados de testes divulgados pela autoridade sanitária francesa, indicando a presença de um tipo de silicone diferente do que havia sido autorizado para produção das próteses. A Anvisa também determinou o recolhimento das próteses que ainda estão sob a guarda do importador brasileiro.

No Brasil, as próteses já estavam suspensas desde abril de 2010. Ao todo o país importou 34.631 unidades, das quais 24.534 foram comercializadas. As outras 10.097 próteses serão recolhidas para que seja dada uma destinação final ao produto.

A Anvisa reforça a orientação às mulheres que colocaram próteses PIP para que procurem seus médicos e realizem a avaliação e o acompanhamento mais adequado ao perfil de cada usuária do produto.

De acordo com informações do governo francês, os testes indicaram comprometimento da resistência das próteses e que o silicone utilizado para preenchimento, diferente daquele que havia sido autorizado para uso em saúde, pode provocar irritação num eventual vazamento. Os mesmos testes laboratoriais descartaram risco de toxidade e câncer.

A Anvisa também publicou dois alertas referentes ao produto.

Confira os alertas:

Alerta Sanitário nº 1015 de 01/04/2010
Alerta Sanitário nº 1107 de 23/12/2011

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *