Associação Comercial e Industrial de Paulínia faz parceria com Vilage Marcas e Patentes

Associados terão descontos no registro e pesquisa de marcas e patentes

Os empresários paulinenses podem contar agora com mais um parceiro da Associação Comercial e Industrial de Paulínia. Wilson Ferreira Machado, diretor da Acip, assinou contrato de parceria com a Vilage Marcas e Patentes, representada pelo sócio-diretor da regional de Campinas, Eduardo Panzani.

A partir de maio deste ano, os associados têm desconto para fazer pesquisas e depósitos de marcas e patentes, além de assessoria completa em Propriedade Industrial.

Há 24 anos, a Vilage Marcas e Patentes atende a todos os estados do Brasil, orientando e contribuindo para que as empresas estejam com o seu patrimônio protegido contra a cópia ou plágio por meio de diversos serviços, como o registro de marcas e patentes. O critério de responsabilidade e compromisso com o cliente é essencial para o sucesso da Vilage, que já conquistou clientes no mundo inteiro.

Para o empresário, valorizar sua marca é fundamental. Ela é um sinal que identifica no mercado os produtos ou serviços de uma empresa, distinguindo-os dos de outras empreas.

A propriedade sobre marcas é adquirida apenas por via do registo no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) e não através do simples uso no mercado. Se a marca for registrada, o seu titular passa a deter um poder exclusivo, que lhe confere o direito de impedir que terceiros a utilizem sem autorização.

“Para a Vilage, a formatação desta parceria com a Acip é vista como uma grande oportunidade de informar, orientar e tornar acessível aos associados assuntos relativos à proteção da propriedade industrial, disponibilizando pesquisas gratuitas e atendimento personalizado”, diz o sócio-diretor, Eduardo Panzani.

Com essa parceria, a Acip oferece aos seus associados um importante serviço direcionado aos empresários que já estabeleceram sua marca no mercado e também para os que querem ingressar em qualquer área, pois o sucesso de um empreendimento não depende só da excelência e qualidade dos produtos e serviços da empresa.

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *