Anvisa anuncia suspensão de lotes de dois antidepressivos

A Anvisa publicou nesta terça-feira (6), no Diário Oficial da União, duas resoluções que determinam a suspensão de alguns lotes de dois antidepressivos produzidos pela farmacêutica GlaxoSmithKline (GSK). O motivo da suspensão é a possibilidade de o princípio ativo usado na fabricação dos lotes ter a “presença de resíduos”.

Os remédios afetados são o Aropax e o Paxil CR. Em nota, a GSK afirmou que está fazendo o recolhimento voluntário dos lotes suspensos e ressaltou que “o desvio de qualidade identificado durante os testes não representa risco à saúde dos pacientes”. Foi o laboratório que informou a Anvisa sobre o desvio e está tomando as medidas para comunicar o fato e recolher os lotes junto aos distribuidores e farmácias.

Do medicamento Aropax 20 mg – indicado para o tratamento de transtorno depressivo de todos os tipos – foram suspensos os lotes SH0040V (validade: junho de 2015), RK0084V (validade: agosto de 2014), RJ0220V (validade: julho de 2014), RJ0219V (validade: julho de 2014), RC0113V (validade: março de 2014), RC0113V1 (validade: março de 2014).

Indicado para  o tratamento de transtorno depressivo maior, o medicamento Paxil CR 12,5 mg, com 30 comprimidos, teve suspensos os lotes 2A001 (validade: janeiro de 2014), 2A002 (validade: janeiro de 2014), 2C003 (validade: março de 2014), 2F004 (validade: junho de 2014), 2G005 (validade: julho de 2014) e 2G006 (validade: julho de 2014). Do Paxil CR 25 mg com 30 comprimidos, foram suspensos os lotes 2A002 (validade: janeiro de 2014), 2A003 (validade: janeiro de 2014), 2C005 (validade: março de 2014) e 2F006 (validade: junho de 2014). Do Paxil CR 12,5 mg com 10 comprimidos, foram suspensos os lotes 2A001 (validade: janeiro de 2014) e 2C002 (validade: março de 2014).

Fonte: G1

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *